Implemente o PGR
Programa de Gerenciamento de Riscos

O que é o PGR?

Nova NR-1

A nova NR 1 – Disposições Gerais e Gerenciamento de Riscos Ocupacionais (GRO) foi publicada em março de 2020. Ela introduz o conceito de GRO que deve implementar um PGR – Programa de Gerenciamento de Riscos. O PGR deve contemplar ou estar integrado com planos, programas, cronogramas e outros documentos previstos na legislação de SST. Dessa forma, ele centraliza a gestão de todos os riscos – físicos, químicos, biológicos, ergonômicos e de acidente. Com isso, temos a sistematização da gestão em SST nas empresas para reduzir riscos ocupacionais e consequentemente os acidentes de trabalho.

GRO x PGR

O GRO trata de todo escopo do gerenciamento de riscos ocupacionais de forma ampla por estabelecimento da empresa. Ele deve constituir, ou seja, formar um PGR - Programa de Gerenciamento de Riscos, que por sua vez vai estabelecer um plano de ação para minimizar os riscos identificados no inventário de riscos. O PGR também deverá estar integrado com outros planos e programas previstos na legislação de segurança e medicina do trabalho. A figura abaixo ilustra melhor o conceito e diferença de nível hierárquico dos novos conceitos sob a ótica da nova NR-1.

Fim do PPRA

A nova NR 9 – Avaliação e Controle das Exposições Ocupacionais a Agentes Físicos, Químicos e Biológicos, passa a abordar sobre as metodologias de avaliação da exposição aos agentes ambientais – químicos, físicos e biológicos. Essa exclusão do PPRA da NR-9 se deve ao fato da inclusão do PGR junto à NR-1, pois ele já abrange o gerenciamento de TODOS os riscos ambientais. Dessa forma, a nova NR-9 passa a definir as diretrizes de como os profissionais da área devem proceder suas avaliações e não mais um Programa de Prevenção de Riscos Ambientais. Entretanto, muitos elementos do PPRA ainda se farão presentes no PGR, afinal ambos são programas para prevenir riscos.

Quando entra em vigor o PGR?

Cronograma

A partir de agosto de 2021 inicia-se a vigência da nova NR-01 e consequentemente a obrigatoriedade do Programa de Gerenciamento de Riscos - PGR.

Como fica o PPRA

A partir agosto de 2021 o PPRA - Programa de Prevenção de Riscos Ambientais não terá mais validade e deverá ser substituído pelo PGR - Programa de Gerenciamento de Riscos.

Como Implementar o PGR?

Inventário de Riscos

Documento base do PGR onde todos riscos estarão mapeados e devidamente avaliados.

Plano de Ação

Planejamento, execução e monitoramento das ações para mitigar os riscos na empresa baseando-se em um cronograma com prioridades.

Ciclo PDCA

Um ciclo infinito de Planejar, Fazer, Checar e Agir para melhoria contínua no PGR.

Por que precisarei de um Software?

Gestão Centralizada

Com o SGG sua empresa poderá ter uma visão gerencial unificada das áreas de segurança e medicina ocupacional. Será notificado das ações necessárias em cada etapa definida do plano de ação do PGR. Poderá registrar evidências de tudo o que foi realizado pela empresa em prol da diminuição dos acidentes de trabalho. Extrair informações e relatórios unificados para melhor tomada de decisão, baseado em custos e prioridades.

Revisão e Melhoramento Contínuo

Segundo a nova NR-1 a avaliação dos riscos deve ser um processo contínuo e deve ser revisada periodicamente, visando uma redução nas taxas de acidentes do trabalho. Com o SGG sua empresa poderá registrar, acompanhar e medir através de indicadores de segurança e medicina ocupacional. Isso possibilitará uma gestão com melhoramento contínuo baseada no cliclo PDCA – Plan, Do, Check, Act.

Integração Segurança e Medicina

PGR exigirá uma integração máxima entre as áreas de segurança do trabalho e medicina ocupacional. As ações, programas e demais artefatos produzidos por diferentes áreas precisarão falar a mesma língua, ou seja, estarem integrados. Sem sistematizar e integrar essas informações ficará muito difícil atender aos requisitos do PGR. Por tudo isso, será necessário um software que integre e organize essas informações, a fim de dar subsídios para a empresa no atendimento ao PGR.

Como o SGG poderá te ajudar

Inventário de Riscos

Trata-se de uma ferramenta administrativa para gerenciamento de riscos. O inventário vai indicar a necessidade de adoção de medidas preventivas e suas prioridades, alimentando o plano de ação. No SGG, o inventário é alimentado e gerado automaticamente baseando-se nas avaliações de riscos realizadas por parte da segurança do trabalho com integração posterior na medicina ocupacional junto ao PCSMO.

inventário de riscos
matriz de riscos

Matriz de Riscos

Matriz para avaliar o nível do risco baseada no cruzamento entre severidade x probabilidade. No SGG, é possível configurar a matriz de riscos conforme a necessidade de cada empresa, gerando uma aderência muito maior à realidade e aos processos já definidos.

Plano de Ação

Estabeleça um plano para contemplar todas etapas necessárias para mitigar e/ou eliminar os riscos mais graves e urgentes. Registre sistematicamente todas evidências para documentação e consulta futura. Acompanhe e controle os prazos conforme nível de urgência.

PDCA